PARA REFLEXÃO

"Há três coisas na vida que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida"

"Não existe jardim completo e perfeito. E sim, a vontade de tornarmos melhores jardineiros" Raul Cânovas

"A nossa maior glória não reside no fato de nunca cairmos, mas sim em levantarmo-nos sempre depois de cada queda." Confúcio

"Aprendi através da experiência amarga a suprema lição: controlar minha ira e torná-la como o calor que é convertido em energia. Nossa ira controlada pode ser convertida numa força capaz de mover o mundo." Mahatma Gandhi

Visitantes, minhas saudações.

Visitantes,  minhas saudações.
O bordado é algo que está no meu sangue. O amor pelo bordado nos leva a buscar cada vez mais notícias, fotos, matérias, reportagens sobre o assunto e postar no Blog, compartilhando com todos que nos visitam. Recebo reportagens, fotos, notícias de amigas de toda parte do mundo. Muitas vem sem identificação dos sites retirados e quando publico sempre informo que não são de minha autoria. Uma das coisas que mais respeito são os direitos autorais das pessoas. Por isso solicito a quem me visitar, se encontrar alguma matéria ou foto que não aceite, que esteje publicada no meu Blog, por favor me avise para que seja retirada com urgência. Obrigada.

Os lustres Baccarat

Os lustres Baccarat, que encantam o mundo desde o início do século XIX, traduzem o fascínio da empresa fundada em 1764, por Montmorency-Laval, bispo de Metz, com autorização do rei Luís XV. Situada na cidade francesa de Baccarat, foi criada como uma vidraria de arte. Transformada em cristaleria em 1816 pelo industrial Gabriel-Aimé d’Antiques, a Baccarat representa a arte de viver ao modo francês, orientada na busca pela perfeição. Interpretadas como arte ou mesmo como jóias, suas peças já seduziram membros da nobreza européia, entre eles o czar da Rússia Nicolau II, e personalidades como Grace Kelly e Aristóteles Onassis.

Os tradicionais lustres Baccarat, fabricados desde 1827, trazem o requinte e a beleza proporcionados pelo design associado à qualidade do material desenvolvido pela sofisticada cristaleria francesa. Com sua transparência e lapidação precisa, o cristal usado para compor os lustres permite uma profusa reflexão dos feixes de luz, proporcionando mais luminosidade, brilho e, acima de tudo, encantamento.

A Baccarat, primeira cristaleria criada na França, tem na inovação uma de suas marcas. Pioneira em tecnologia e design, a empresa desenvolveu a técnica para produção de cristal colorido e marcou história ao fabricar frascos de cristal para perfume, antes confeccionados em porcelana ou vidro. Os lustres Baccarat também abriram novos caminhos: no início do século XX, vinte majestosos lustres encomendados pelo czar Nicolau II, da Rússia, foram os primeiros do mundo a ser eletrificados. Sempre em busca de novidades, a cristaleria, há mais de dez anos, lança mão do trabalho de renomados designers internacionais para criar os modelos de seus lustres.
Em 1996, a cristaleria associou-se ao designer parisiense Mathias, que criou objetos para a coleção Reencontres, mesclando modernidade com técnicas de fabricação datadas de meados do século XIX. Mathias também deixou sua assinatura na linha Mille Nuts, que renovou o repertório de iluminação da Baccarat na produção de peças com linhas sóbrias, acompanhadas de um sistema de iluminação extremamente sofisticado, no qual os feixes de luz são espalhados pelos braços do lustre e clareiam os pendentes que o suspendem.

Para seguir o movimento de modernização da Baccarat, os designers responsáveis pela produção da linha de lustres Plume, de 2002, foram Yves Savinel e Gilles Rozé, que incorporaram uma inovação ao perfil da marca. A coleção seduziu uma parcela ainda maior de consumidores, interessados na aproximação de seu design às tendências atuais da moda.
Arik Levy assinou coleções de sucesso de lustres Baccarat. O arquiteto do estúdio francês Ldesign criou a The Intagible Collection, em 2006. Com armações simples em madeira clara, os lustres possuem uma mistura de cristais e lâmpadas auto-ajustáveis. A delicadeza e a sofisticação da linha agradaram tanto, que Levy voltou a deixar sua assinatura em lustres da marca, desta vez na coleção The New Intagible Collection (2007 e 2008), uma versão atualizada da anterior.

Entre os profissionais que dão forma aos lustres Baccarat, está o ousado arquiteto e designer Philippe Starck, responsável pela coleção Starck Darkside by Baccarat, de 2003 e 2004. Com desenhos arrojados, um certo toque de humor e uma cor pouco convencional, os lustres são inteiramente compostos de cristais negros, que dão à coleção um aspecto inusitado de modernidade na releitura do clássico.
Philippe Starck, responsável pela coleção Darkside (2003 e 2004), assina também a decoração da Maison Baccarat de Paris, inaugurada em 2003, no elegante endereço da Place des Etats-Unis. A antiga mansão abriga a sede administrativa da empresa, sua boutique, o museu Baccarat e um restaurante. Desde a entrada, o ambiente aguça o interesse do visitante, que, depois de caminhar sobre um tapete vermelho guiado por pequenas luzes laterais, chega aos salões de exposição das peças, ricamente iluminados pelos deslumbrantes lustres da marca. Em fevereiro de 2008, a marca inaugurou uma nova Maison, também com assinatura de Starck, desta vez na cidade russa de Moscou.

Meus Trabalhos